6 de fev de 2010

Cientistas brasileiros registraram a explosão de uma estrela.

A descoberta foi confirmada pela Nasa, a agência espacial americana.


 
A luz de uma estrela que explodiu há 13 bilhões de anos passou a ser o objeto astronômico mais distante já observado da Terra, segundo publica a revista "Nature".

As características desta explosão de raios gama mostram que as estrelas "maciças" (aquelas que têm um tamanho superior a oito massas solares ou 2,6 bilhões de vezes a massa da Terra) se formaram "apenas" 630 milhões de anos depois do Big Bang.

Duas equipes de astrônomos lideradas pelos professores Nial Tanvir, da universidade de Leicester (Inglaterra), e Rubén Salvaterra, da universidade Milano-Bicocca (Itália), são os autores deste estudo.

Fontes:
Último Segundo/Ig
G1 / ciência hoje

Nenhum comentário: