14 de fev de 2010

Nebulosa planetária bipolar: Estrela gigante engole sua companheira.



O Telescópio Espacial Hubble capta imagens da fusão de estrela gigante e sua companheira, em nebulosa planetária bipolar.

Fontes:
SolarParalax.com
NASA - IPOD/Hubble.

Possível colisão entre dois buracos negros supermassivos em duas galáxias espirais.




Esta visualização mostra duas galáxias espirais - cada uma com buracos negros supermassivos em seu centro, enquanto colidem.

Nesta simulação, o brilho representa a densidade do gás enquanto a cor indica a sua temperatura.

Os resultados das observações mais antigas de Chandra sugerem que tais colisões possam causar futuramente o crescimento extremo do buraco negro e da galáxia no universo, ajustando o estágio para o nascimento de quasars.

A escala de tempo mostrada na parte superior, à esquerda da simulação, representa uma escala de milhões dos anos.

Estudo e simulação:
Tiziana Di Matteo (MPE/CMU).
Volker Springel (MPE).
Lars Hernquist (Harvard).

Fontes
NASA - buracos negros.
APOD - quasars.
ESA - galáxias espirais.